sc

logo

Pesquisar

Turismo em Santa Catarina

A PEQUENA ITÁLIA: Quem percorre os caminhos do Sul descobre, nas dobras do interior e no povo ímpar que as habita, um jeitoResultado de imagem para santa catarina rio itajai italiano que surpreende e agrada. Maior corrente migratória recebida pelo estado, os italianos representam quase 65% da população catarinense. Existem colônias italianas ao norte e oeste do estado, mas o principal e mais homogêneo reduto italiano de Santa Catarina fica no sul. Lá, degustar um bom vinho, comprar produtos caseiros, apreciar dialetos e canções tradicionais são prazeres simples que gratificam o visitante. Urussanga é a capital da "PEQUENA ITÁLIA". Sede da Festa do Vinho é uma agradável cidadezinha, salpicada de casas coloniais e cantinas transformadas em simpáticos restaurantes caseiros. A réplica da "PIETÁ" de Michelangelo, doada pelo Vaticano e exposta no interior da Igreja Matriz, é outra atração da localidade. Em Orleans, o Museu ao Ar Livre preserva casas, engenhos e equipamentos dos primeiros imigrantes e a Via Sacra foi arrancada da rocha pelo escultor Zé Diabo. Em Nova Veneza, a atração é a antiga casa da Família Bratti, o mais excepcional conjunto arquitetônico feito em taipa de pedra da região. Complementa o circuito os municípios de Criciúma, Pedras Grandes, Treze de Maio, Sangão, Morro da Fumaça, Cocal do Sul, Siderópolis, Forquilhinha, Maracajá, Morro Grande, Meleiro, Turvo e Jacinto Machado. Jeitos e rostos de um mundo simples, com sabor italiano. O vale Europeu: Um pedaço da Alemanha encravado em plena Santa Catarina. Assim é o Vale do Itajaí, onde Resultado de imagem para santa catarina rio itajaicidades como Blumenau, Brusque e Pomerode preservam a cultura e as tradições dos imigrantes que colonizaram a região. Esta reverência germânica é visível na arquitetura e na culinária, no artesanato e nas festas, nos olhos azuis e nos cabelos loiros da população. Blumenau: é o centro deste enclave germânico. Maior pólo têxtil do Brasil, famosa por seus cristais e porcelanas, a cidade debruça-se bela sobre O RIO ITAJAÍ-AÇU. Largas avenidas pontilhadas de construções típicas, pontes que abraçam o rio e animadas cervejarias abrigam uma gente hospitaleira. A Vila Itoupava, distante 25 Km do centro, é um interessante conjunto de construções em estilo enxaimel, restaurantes típicos e pontos de venda de produtos coloniais. Com mais de 120: indústrias, Brusque é conhecida como a "Cidade dos Tecidos". É o maior pólo de pronta-entrega de confecções do Sul do Brasil. Possui uma renda per capita em torno de US$ 6.500,00 - bem acima da média nacional - e atrações que vão desde sua arquitetura e culinária tipicamente alemãs até o fascínio da Caverna de Botuverá, uma das mais belas do país. Embora menor Pomerode seja considerada a cidade mais alemã do Brasil. Distante 32 km de Blumenau, destaca-se por suas porcelanas, pelo bilingüismo (95% da população fala fluentemente o alemão) e, como não poderia deixar de ser, pela arquitetura e culinária tipicamente germânicas. O caminho das Neves: No inverno, o cenário de neve, pinheiros e frio surpreende e torna ainda mais bela a natureza agreste do Planalto Catarinense. Pequenas cidades e povoados rurais emolduram e complementam o espetáculo natural de serras e planícies cortadas por cânions e, mesmo estando-se a menos de 100 Imagem relacionadakm do litoral, respira-se o revigorante ar gelado das montanhas. O turismo de negócios é muito forte na região devido ao grande número de empresas. Também merece destaque o crescente turismo rural e o ecoturismo. São muitos os atrativos naturais que podem ser encontrados em toda a região, como lagos, rios, cachoeiras e montanhas. REGIÃO SUL A REGIÃO SUL DO ESTADO: além de possuir algumas das praias mais bonitas do Brasil, e onde a natureza é preservada quase em sua plenitude, destaca-se como forte pólo industrial, turístico e cultural. Cidades como Criciúma, Tubarão e Araranguá estão entre as mais importantes de Santa Catarina. O litoral com: predominância açoriana mantém forte a tradição de seus colonizadores. Já na região de Criciúma, vários municípios foram fundados por italianos. Inúmeras festas são realizadas para comemorar suas origens como a Festa do Vinho e Ritorno Alle Origini em Urussanga. É praticado o turismo de aldeia com roteiros de atrações históricas e boas opções de compra de produtos coloniais. Dois roteiros especiais merecem destaque na região sul: o espetáculo das Baleias Franca que fogem das águas geladas do pólo sul e vem reproduzir e amamentar seus filhotes no litoral catarinense; os cinco cânions dos parques Aparados da Serra e Serra Geral: Itaimbezinho, Fortaleza, Malacara, Faxinal e Três Irmãos. Outra ótima opção são as estações de águas termais. Região Oeste O Oeste Catarinense: é famoso pela industrialização de alimentos sediando algumas das maiores empresas do Brasil. Destaca-se também na produção de maçãs sendo realizada em Friburgo a Festa Nacional da Maçã. Inúmeras estações de águas termais e grandes fazendas em campos abertos com casas em estilo colonial dão o toque turístico a essa região. Geograficamente, o Oeste Catarinense situa-se entre a BR 116 e a fronteira com a Argentina. É uma região marcada pela diversidadeResultado de imagem para santa catarina turismo praias cultural, onde as tradições austríacas estão presentes em tudo de Treze Tílias, a cultura italiana no Vale da Uva e do Vinho e a japonesa em Frei Rogério. As tradições gaúchas estão presentes nos costumes do dia-a-dia, com o tradicional churrasco, o chimarrão e vestimentas típicas. É uma região que tem um apelo histórico muito forte. A Guerra do Contestado: que definiu o atual limite de Santa Catarina foi uma das mais sangrentas revoltas populares ocorridas no Brasil com um saldo de mais de 25 mil mortos. As marcas dessa revolução, que estreou a aviação militar em combates na América do Sul, ainda estão presentes em cidades como Irani, Caçador e Curitibanos. VISITAR O VALE EUROPEU: é ter a sensação de estar em outro país. A arquitetura, a culinária, os costumes, sua gente, tudo lembra a Europa, mais precisamente a Alemanha, país de onde veio no século XIX a maioria de seus colonizadores. São mais de 520 mil habitantes detendo um dos melhores padrões de qualidade de vida do Brasil. Além de suas tradições: o Vale Europeu, como é mais Imagem relacionadaconhecido, destaca-se pela pujança de sua economia. É uma das regiões mais ricas não só de Santa Catarina, mas também do país. E bastante industrializado com mais de 4.700 indústrias, sendo considerado o maior pólo têxtil da América Latina. É uma prova de que o Brasil é um país que tem tudo para dar certo. Santa Paulina a primeira santa brasileira. Santuário Santo Paulina Mas o Vale não é fértil: apenas na agricultura, em sua industrialização, na cultura, na alegria de seu povo. Merecem destaques lindos cenários de belezas naturais, dando aos amantes do ecoturismo um prato cheio de opções: montanhas, cachoeiras, cavernas, rios caudalosos e com fortes correntezas, trilhas ecológicas, além do Santuário de Santa Paulina, a primeira santa brasileira. Enfim,Resultado de imagem para santa catarina turismo praias opções é que não faltam. Balneário Comburiu: é um permanente festival gastronômico. Do peixe grelhado com o preparo mais leve e saudável a mais sofisticada iguaria com frutos do mar, BALNEÁRIO COMBURIU TEM OPÇÕES PARA TODOS OS GOSTOS, dos restaurantes mais finos aos fast foods, buffets e lanchonetes. Comidas típicas internacionais como: italiana, árabe, chinesa, tailandesa, mexicana e japonesa; comidas típicas nacionais, como as tradicionais churrascarias gaúchas, a culinária mineira e a tradicional feijoada servida aos sábados e ainda às confeitarias, cafés coloniais, bistrôs e cafeterias, completam a variedade gastronômica do município. Vários restaurantes: servem pratos à base de frutos do mar com camarões, Imagem relacionadamariscos, lulas, ostras, siris e peixes variados como salmão, tainha, anchova, côngrio, entre outros. Os apreciadores de queijos e vinhos encontram na cidade várias lojas especializadas, que prestam verdadeiras consultorias para harmonização com pratos que agradam os paladares mais exigentes. Uma facilidade: é poder encontrar em Balneário Comburiu diversos restaurantes funcionando durante todo o dia e durante a noite, até o amanhecer. Nesta cidade os visitantes apreciam as delícias da gastronomia nacional e internacional à beira-mar e na via gastronômica, ambos com muito charme e descontração. Este lugar é a histórica cidade de Comburiu, que com os olhos atentos à qualidade de vida, se transforma em referência de desenvolvimento econômico e salta para uma nova fase, privilegiada pelas suas belezas naturais e população hospitaleira. Berço da cultura açoriana, a cidade também é servida pelas vertentes etnoculturais italiana, alemã e negra, se destacando ainda pelas fortes manifestações portuguesas. Comburiu constrói, ao longo de sua caminhada, um conjunto de ações direcionadas para o turismo rural, campesino ecológico e natural. Hoje você poderá desfrutar da vida no campo e hotéis urbanos, podendo ainda explorar as belíssimas cachoeiras, trilhas ecológicas, pesque-pagues, e a deliciosa gastronomia local com a infra-estrutura do turismo ecológico rural.