logo

Pesquisar

Turismo em Minas Gerais

MINAS GERAIS REÚNE UMA MULTIPLICIDADE: de atrativos dificilmente encontrados em um só destino. São 853 municípios e mais de cinco mil distritos e povoados, repletos riquezas históricas, naturais e culturais. Portanto, a descentralização com foco em todas as regiões do Estado é um dos principais eixos temáticos da política pública estratégica da Secretaria de Estado de Turismo. Para atender essa enorme rede de municípios, foi reconhecido o Programa de Regionalização de Minas Gerais por meio do Decreto nº 43321/2003 e regulamentado por meio de resoluções da SETUR MG que institui o “Certificado de Reconhecimento dos Circuitos Turísticos de Minas Gerais”. Esta política de Regionalização do Turismo implementando pelo Governo de Minas Gerais segue as diretrizes do Programa Nacional e é modelo de gestão de regiões turísticas adotado por outros estados brasileiros. Caracterizados como instâncias de governança regional, as 46 Associações de Circuitos Turísticos certificadas e a Capital Belo horizonte reúnem um conjunto de municípios de uma mesma região, com afinidades culturais, sociais e econômicas, unidos para organizar e desenvolver a atividade turística de forma sustentável.Neste sentido, Minas Gerais possui um mosaico de regiões turísticas que, de maneira organizada e descentralizada, são os braços de execução da política pública estadual do turismo da Secretaria de Estado do Turismo em Minas Gerais. O trabalho dos Circuitos Turísticos se dá por meio da integração Resultado de imagem para minas geraiscontínua dos municípios, por meio da integração entre gestão pública, iniciativa privada e sociedade civil, consolidando uma identidade regional e protagonizando o desenvolvimento graças às alianças e parcerias. http://www.minasgerais.com.br   http://www.minasgerais.com.br/br/experimente-minas/furnas SÃO OITO OS MUNICÍPIOS: que constituem esse circuito: 01 - Belo Vale 02 - Bonfim 03 - Brumadinho 04 - Igarapé 05 - Itaguara 06 - Moeda, Rio 07 - Manso  08 - São João de Bicas. Esse passeio é ideal para quem gosta do campo e de praticar esportes ligados à natureza. É uma região cercada de montanhas, com vales e rios de água abundante. É nesse roteiro que está um dos mais importantes museus de arte moderna do mundo, o Instituto Inhotim, localizado em Brumadinho, a 51 km da capital. O museu é considerado o maior centro de arte ao ar livre da América Latina. Nas encostas da Serra da Moeda, praticam-se esportes de aventura, como balonismo e vôo livre. Além disso, abriga o Parque Estadual da Serra do Rola Moça. A área verde é pontilhada de pequenos povoados e antigas fazendas entre campos, serras, nascentes, cachoeiras e quedas d'água.  TRÊS CORAÇÕES CIRCUITO TURÍSTICO DAS ÁGUAS: O circuito oferece ao turista um passeio pelas águas medicinais. É formado pelas cidades localizadas no sul do Estado: Baependi, Cambuquira, Campanha, Carmo de Minas, Caxambu, Conceição do Rio Verde, Heliodora, Lambari, São Lourenço, Soledade de Minas e Três Corações, terraResultado de imagem para minas gerais natal do rei Pelé. As fontes de águas desse circuito provêm da Serra da Mantiqueira, uma das mais extensas áreas de proteção ambiental declaradas pelo governo brasileiro. A principal atração do Circuito Turístico das Águas é o Parque das Águas, na cidade de São Lourenço, que possui fontes com águas que contém propriedades terapêuticas específicas, um lago de 90mil m² e balneário para banhos relaxantes e desintoxicastes. Para os amantes de futebol a cidade de Três Corações, que está a 295,7 km da capital, é a grande atração. Lá é possível visitar, na Rua Edson Arantes do Nascimento, a réplica da casa na qual Pelé nasceu e passou sua infância. Por todo município há estátuas do atleta e de seu pai Dondinho, responsável pela entrada de Pelé no mundo do futebol. CAPITALBELO HORIZONTE: Praça da Estação em Belo Horizonte: A capital mineira é símbolo de modernidade. A sua fundação, no fim do século XIX, foi motivada pelo Resultado de imagem para minas geraisdesejo desbravador dos novos ares republicanos. Belo Horizonte é uma das primeiras cidades planejadas do país, na qual seu desenho seguia o formato do tabuleiro de xadrez (ruas com nomes de estados cortados por ruas com nomes de origem indígena) dentro do entorno da avenida que contorna o município. Seguindo ideais vanguardistas, a capital busca estar à frente. Foi assim, que no princípio da década de 1940, a cidade foi palco das primeiras experiências modernistas de Oscar Niemeyer (1907-2012), o mais célebre arquiteto do Brasil, com o projeto do Complexo Arquitetônico da Pampulha. Nos dias atuais, Belo Horizonte é uma cidadeResultado de imagem para minas gerais pontos turisticos viva,com diversos atrativos culturais, com destaque para o Circuito Cultural Praça da Liberdade, e sua hospitalidade tão característica. CIRCUITO TURÍSTICO DA CANASTRA: O circuito, formado pelos municípios de Araxá, Campos Altos, Perdizes, Sacramento, São Roque de Minas e Tapira, abriga o Parque Nacional da Serra da Canastra com inúmeras nascentes, corredeiras, cachoeiras de águas límpidas e cristalinas, além de lagos, grutas e cavernas. O relevo é constituído de chapadões de até 1.496 metros. É na Serra da Canastra que está a nascente do rio São Francisco, cujo Resultado de imagem para minas gerais pontos turisticospercurso tem quase 3.000 km de extensão. A 14 km da nascente deste rio é possível contemplar a maior atração da Canastra, a Cachoeira Casca D’Anta, com queda livre de 186 m. Outras atrações desse passeio são o famoso Complexo do Barreiro, em Araxá, a 371 km de Belo Horizonte, com suas fabulosas águas termais, e a Gruta dos Palhares, em Sacramento. SERRA DO CIPÓ CIRCUITO TURÍSTICO DO PARQUE NACIONAL DA SERRA DO CIPÓ: Cachoeiras, serras, trilhas, gastronomia regional e biodiversidade são os ingredientes que o turista vai encontrar ao chegar a Serra do Cipó, a 97 km da capital. Um dos passeios mais procurados do Estado, o local é considerado uma das maiores áreas de biodiversidade do planeta, além de ser um dos mais belos cenários de Minas Gerais. Entre seus vales, grutas, rios e campos, a serra guarda um importante patrimônio natural e, a cada nova visita o turista se surpreenderá com a exuberância de sua paisagem. Seus sítios arqueológicos revelam vestígios de comunidades primitivas e em suas diversas cavernas há marcas de pinturas rupestres que revelam a presença humana há mais de 12 mil anos. De abril a novembro a Serra do Cipó passa pelo período seco sendo o clima muito bom para cruzar os rios, tomar banhos e praticar rapel. A temperatura média anual é de 21ºC.