logo

Pesquisar

Turismo em Minas Gerais

MINAS GERAIS REÚNE UMA MULTIPLICIDADE: de atrativos dificilmente encontrados em um só destino. São 853 municípios e mais de cinco mil distritos e povoados, repletos riquezas históricas, naturais e culturais. Portanto, a descentralização com foco em todas as regiões do Estado é um dos principais eixos temáticos da política pública estratégica da Secretaria de Estado de Turismo. Para atender essa enorme rede de municípios, foi reconhecido o Programa de Regionalização de Minas Gerais por meio do Decreto nº 43321/2003 e regulamentado por meio de resoluções da SETUR MG que institui o “Certificado de Reconhecimento dos Circuitos Turísticos de Minas Gerais”. Esta política de Regionalização do Turismo implementando pelo Governo de Minas Gerais segue as diretrizes do Programa Nacional e é modelo de gestão de regiões turísticas adotado por outros estados brasileiros. Caracterizados como instâncias de governança regional, as 46 Associações de Circuitos Turísticos certificadas e a Capital Belo horizonte reúnem um conjunto de municípios de uma mesma região, com afinidades culturais, sociais e econômicas, unidos para organizar e desenvolver a atividade turística de forma sustentável.Neste sentido, Minas Gerais possui um mosaico de regiões turísticas que, de maneira organizada e descentralizada, são os braços de execução da política pública estadual do turismo da Secretaria de Estado do Turismo em Minas Gerais. O trabalho dos Circuitos Turísticos se dá por meio da integração contínua dos municípios, por meio da integração entre gestão pública, iniciativa privada e sociedade civil, consolidando uma identidade regional e protagonizando o desenvolvimento graças às alianças e parcerias. http://www.minasgerais.com.br   http://www.minasgerais.com.br/br/experimente-minas/furnas SÃO OITO OS MUNICÍPIOS: que constituem esse circuito: 01 - Belo Vale 02 - Bonfim 03 - Brumadinho 04 - Igarapé 05 - Itaguara 06 - Moeda, Rio 07 - Manso  08 - São João de Bicas. Esse passeio é ideal para quem gosta do campo e de praticar esportes ligados à natureza. É uma região cercada de montanhas, com vales e rios de água abundante. É nesse roteiro que está um dos mais importantes museus de arte moderna do mundo, o Instituto Inhotim, localizado em Brumadinho, a 51 km da capital. O museu é considerado o maior centro de arte ao ar livre da América Latina. Nas encostas da Serra da Moeda, praticam-se esportes de aventura, como balonismo e vôo livre. Além
Resultado de imagem para minas gerais disso, abriga o Parque Estadual da Serra do Rola Moça. A área verde é pontilhada de pequenos povoados e antigas fazendas entre campos, serras, nascentes, cachoeiras e quedas d'água.  TRÊS CORAÇÕES CIRCUITO TURÍSTICO DAS ÁGUAS: O circuito oferece ao turista um passeio pelas águas medicinais. É formado pelas cidades localizadas no sul do Estado: Baependi, Cambuquira, Campanha, Carmo de Minas, Caxambu, Conceição do Rio Verde, Heliodora, Lambari, São Lourenço, Soledade de Minas e Três Corações, terra natal do rei Pelé. As fontes de águas desse circuito provêm da Serra da Mantiqueira, uma das mais extensas áreas de proteção ambiental declaradas pelo governo brasileiro. A principal atração do Circuito Turístico das Águas é o Parque das Águas, na cidade de São Lourenço, que possui fontes com águas que contém propriedades terapêuticas específicas, um lago de 90mil m² e balneário para banhos relaxantes e desintoxicastes. Resultado de imagem para minas geraisPara os amantes de futebol a cidade de Três Corações, que está a 295,7 km da capital, é a grande atração. Lá é possível visitar, na Rua Edson Arantes do Nascimento, a réplica da casa na qual Pelé nasceu e passou sua infância. Por todo município há estátuas do atleta e de seu pai Dondinho, responsável pela entrada de Pelé no mundo do futebol. CAPITALBELO HORIZONTE: Praça da Estação em Belo Horizonte: A capital mineira é símbolo de modernidade. A sua fundação, no fim do século XIX, foi motivada pelo desejo desbravador dos novos ares republicanos. Belo Horizonte é uma das primeiras cidades planejadas do país, na qual seu desenho seguia o formato do tabuleiro de xadrez (ruas com nomes de estados cortados por ruas com nomes de origem indígena) dentro do entorno da avenida que contorna o município. Seguindo ideais vanguardistas, a capital busca estar à frente. Foi assim, que no princípio da década de 1940, a cidade foi palco das primeiras experiências modernistas de Oscar Niemeyer (1907-2012), o mais célebre arquiteto do Brasil, com o projeto do Complexo Arquitetônico da Pampulha. Nos dias atuais, Belo Horizonte é uma cidade viva,com diversos atrativos culturais, com destaque para o Circuito Cultural Praça da Liberdade, e sua hospitalidade tão característica. CIRCUITO TURÍSTICO DA CANASTRA: O circuito, formado pelos municípios de Araxá, Campos Altos, Perdizes, Sacramento, São Roque de Minas e Tapira, abriga o Parque Nacional da Serra da Canastra Resultado de imagem para minas gerais pontos turisticoscom inúmeras nascentes, corredeiras, cachoeiras de águas límpidas e cristalinas, além de lagos, grutas e cavernas. O relevo é constituído de chapadões de até 1.496 metros. É na Serra da Canastra que está a nascente do rio São Francisco, cujo percurso tem quase 3.000 km de extensão. A 14 km da nascente deste rio é possível contemplar a maior atração da Canastra, a Cachoeira Casca D’Anta, com queda livre de 186 m. Outras atrações desse passeio são o famoso Complexo do Barreiro, em Araxá, a 371 km de Belo Horizonte, com suas fabulosas águas termais, e a Gruta dos Palhares, em Sacramento. SERRA DO CIPÓ CIRCUITO TURÍSTICO DO PARQUE NACIONAL DA SERRA DO CIPÓ: Cachoeiras, serras, trilhas, gastronomia regional e biodiversidade são os ingredientes que o turista vai encontrar ao chegar a Serra do Cipó, a 97 km da capital. Um dos passeios mais procurados do Estado, o local é considerado uma das maiores áreas de biodiversidade do planeta, além de ser um dos mais belos cenários de Minas Gerais. Entre seus vales, grutas, rios e campos, a serra guarda um importante patrimônio natural e, a cada nova visita o turista se surpreenderá com a exuberância de sua paisagem. Seus sítios arqueológicos revelam vestígios de comunidades primitivas e em suas diversas cavernas há marcas de pinturas rupestres que revelam a presença humana há mais de 12 mil anos. De abril a novembro a Serra do Cipó passa pelo período seco sendo o clima muito bom para cruzar os rios, tomar banhos e praticar rapel. A temperatura média anual é de 21ºC.