logo

Pesquisar

Turismo no Mato Grosso do Sul

Resultado de imagem para mato grosso do sul cidadesRota Norte MS: A Rota Norte com a riqueza do potencial turístico e econômico dos municípios de Alcinópolis, Bandeirantes, Camapuã, Costa Rica, Coxim, Figueirão, Pedro Gomes, Rio Verde de Mato Grosso, São Gabriel do Oeste e Sonora, credencia a região como pólo produtivo de peso em Mato Grosso do Sul. Compartilha uma mostra das belezas naturais, da história, da cultura e do potencial turístico, estimulando, assim, o desejo de conhecer e vivenciar de perto toda emoção que esta região pode oferecer. Terra de rochas de 400 milhões de anos, lapidadas pelo vento, formam esculturas que encantam pela beleza de suas formas e instigam a imaginação. Terra dos bravos índios Caiapós e Coroados, banhada pelos rios Coxim, Correntes, Piquiri, Sucuriú e Taquari. Porta de entrada para a natureza intocada do Pantanal dos Paiaguás e o Pantanal da Nhecolândia que abriga baías, salinas, corixos, tuiuiús, garças, jacarés, capivaras, peixes e tantos outros animais que convivem em perfeita harmonia com os habitantes locais. As fazendas criadouras de jacarés: Se você quer visitar o Pantanal de Mato Grosso do Sul pode ter certeza de que vai ao menos ver de longe alguns jacarés, dos mais variados tamanhos. Depois de muitos anos na mira de caçadores de olho no couro desses animais, eles hoje vivem livres na natureza. Mas já pensou ficar bem pertinho desses predadores e até mesmo segurá-los nos braços? Foi em busca dessa experiência que visitamos a Fazenda deImagem relacionada JacarésCaimasul, em Corumbá. A criação começou em 2015 com objetivo de vender a carne e o couro dos animais. Como o tempo necessário para o abate é de cerca de dois anos Os animais ficam em dezenas de baias, separados de acordo com o tamanho para evitar o canibalismo. A criação só está sendo possível graças a ovos de jacarés coletados da natureza com autorização ambiental. Confesso que ainda de longe, caminhar entre esses criadouros já dá um certo frio na barriga. É inacreditável a quantidade de animais em cada uma delas. No total, a fazenda já conta com mais de 50 mil jacarés. Belas cachoeiras intactas e preservada riachos, córregos e ribeirões, piscinas naturais, cupins luminosos, sítios arqueológicos, grutas com inscrições rupestres, serras, morros, cânions e clima agradável, compõem o cenário ideal para prática do eco turismo, turismo rural, de aventura e safári ecológico. Na Rota das Monções algumas cidades surgiram como entrepostos de apoio às Expedições colonizadoras que em meados de 1700 subiam os rios em busca do ouro das minas de Cuiabá. Passaram os anos, nordestinos, paulistas, mineiros, goianos, paranaenses e gaúchos, vieram para região de terras produtivas, encontraram muito mais. Na imensidão dos campos, o clima é favorável ao homem que retira da Imagem relacionadaResultado de imagem para campo grande mato grosso do sul turismoterra fértil o seu sustento e transforma o imenso cerrado em um tapete dourado de grãos tornando o sonho em progresso. A pecuária entre a simplicidade e tecnologia de ponta há a preocupação com o equilíbrio do meio-ambiente com suas Unidades de Conservação, Áreas de Preservação Ambiental e recuperação das matas ciliares. Nossa gente simples, mas com mãos hábeis que transformam barro, palha, folha de buriti, bambu, madeira, bagaço de cana, couro, fios de algodão em expressão da arte e da cultura de seu povo. As cidades são hospitaleiras, tranqüilas e aconchegantes que recebem seus visitantes de braços abertos para diversão e lazer com suas animadas festas populares e comidas típicas o ano todo. Fica o nosso convite para todos, conheçam e explorem os encantamentos da Rota Norte MS. Segmentos: Turismo histórico cultural, agro tecnológico, de aventura, observação de pássaros, pesca, negócios e eventos, ecoturismo, rural, eco temático, safári fluvial. Aquário do Pantanal deve atrair turista e pesquisadores para Campo Grande: A capital do Mato Grosso do Sul, Campo Grande terá o maior aquário de água doce do mundo. O projeto conhecido como Aquário do Pantanal está em construção no ParqueImagem relacionada das Nações Indígenas, cuja entrada será nos altos da Avenida Afonso Pena, e abrigará mais de 260 espécies de peixes, invertebrados, répteis, mamíferos e plantas típicas da Imagem relacionadaflora pantaneira. O aquário será um Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da Ictiofauna Pantaneiras e abrigará aproximadamente sete mil animais em exposição. Serão 24 tanques de aquários, em uma área de 18,6 mil metros quadrados, em um volume total de aproximadamente 6,6 milhões de litros. Além dos aquários, no local terão laboratório, biblioteca e uma área externa onde estarão outras espécies, como jacarés, sucuris e plantas. As obras do Aquário do Pantanal devem ser finalizadas até outubro de 2013, data de comemoração do 36º aniversário de criação do Estado de Mato Grosso do Sul os turistas que visitarem a região por conta dos principais destinos de ecoturismo do Mato Grosso do Sul, a cidade de Bonito e o Pantanal. A intenção é a de que o Aquário do Pantanal seja uma das instituições culturais mais visitadas do Brasil e do MatoResultado de imagem para homofobia Grosso do Sul, atraindo turistas para a região e movimentando o setor hoteleiro, transportes aéreos e comércio em geral. Apesar de o aquário atrair a atenção dos turistas, o local também deverá atrair estudantes, pesquisadores e órgãos federais, tornando-se o maior centro do Brasil de difusão do conhecimento sobre a biodiversidade pantaneira. A Costa Leste de Mato Grosso do Sul é composta pelos municípios de Anaurilândia, Aparecida do Taboado, Bataguassu, Brasilândia, Santa Rita do Pardo, Selvíria e Três Lagoas. Todos os municípios possuem território banhado pela Bacia do Rio Paraná, sendo todos os municípios lindeiros aos lagos formados pelo Complexo Hidrelétrico de Urubupungá, o maior complexo hidrelétrico do mundo. Tanto o Rio Paraná quanto seus afluentes, Rio Sucuriú, Rio Verde e Rio Pardo possuem uma exótica combinação de praias de areias brancas naturais com mata ciliar nativa, o que difere a margem sul-mato-grossense do Rio Paraná da margem do Estado de São Paulo, bastante