logo

Pesquisar

Gastronomia do Paraense

Resultado de imagem para pato no tucupiA CULINÁRIA PARAENSE: Um universo de cores e sabores. Considerada uma das culinárias mais "brasileiras" do País, a gastronomia do Pará tem sim a cultura Resultado de imagem para caruruindígenacomo sua maior influência, mas também carrega consigo traços portugueses e africanos. Os elementos encontrados na região da Amazônia formam a base de seus pratos, com o acréscimo do camarão, caranguejo, pato e dos peixes, todos temperados com folhas e frutas nativas. DESTACAM-SE: açaí, bacaba, cupuaçu, castanha-do-pará, bacuri, pupunha, tucumã, muruci, piquiá e taperebá –, pimentas de cheiro e ervas. OS MAIS TRADICIONAIS SÃO cozidos em panelas de barro ou assados em moquéns e embebidos de tucupi, caldo amarelo extraído da mandioca. Aliás, a raiz é uma das bases da culinária paraense, e sua farinha não pode faltar nos pratos locais. ENTRE OS DESTAQUES DA COZINHA PARAENSE ESTÃO: PATO NO TUCUPI: Constituído de pato, tucupi e jambu. O tucupi é um caldo amarelo extraído da mandioca e por isso precisa ser cozido durante uma semana. O pato, depois de assado, é cortado em pedaços e fervido no tucupi, onde fica de molho por algum tempo. O jambu é fervido em água com sal, escorrido e posto sobre o pato. É servido com arroz branco e farinha de mandioca. MANIÇOBA: Do tupi Maní, deusa da mandioca. Usa-se tipicamente uma panela de barro ou de porcelana. O prato demora pelo menos uma semana para ser feito, pois a folha da maniva (a planta da mandioca), depois de moída, deve ser cozida durante, pelo menos, quatro dias com a intenção de eliminar o ácido cianídrico que contém. Depois disso é acrescentado o charque, toucinho, bucho, mocotó, orelha, pé e costelas salgadas de porco, chouriço, linguiça e paio, praticamente os mesmos ingredientes de uma feijoada completa. É servido com arroz branco, farinha d'água e pimenta de cheiro a gosto. CARURU: Feito com quiabo, camarões secos e inteiros, tempero verde (alfavaca e chicória), farinha seca bem fina e azeite de dendê. Após fervidos o quiabo, o tempero verde e os camarões na água, acrescenta-se a farinha e fazem-se um pirão. Estando pronto o pirão, adicionam-se os quiabos bem escorridos, o camarão já refogado com todos os temperos e, por último, o azeite de dendê. TACACÁ: De origem indígena, o Tacacá é um mingau quase líquido servido em cuias e Imagem relacionadavendido pelas "tacacazeiras", geralmente ao entardecer, na esquina das principais ruas das cidades paraenses, sobretudo Belém. É constituído de uma mistura que levaResultado de imagem para tacaca tucupi, goma de tapioca cozida, jambu e camarão seco. CHIBÉ: Vocábulo tupi, composto de Che - eu, meu - e Ibe ou Tibe- caldo. É considerada a mais paraense de todas as comidas. Uma bebida com um gosto levemente acidulado. Leva farinha de mandioca e água. MUJICA: É um prato de espécie cremoso que pode ser feita de farinha de peixe conhecida como piracuí, massa de siri ou caranguejo. DOCES: As sobremesas paraenses são ricas em frutas, principalmente vindas da Amazônia, e licores. OS PRINCIPAIS FRUTOS QUE MARCAM A CULINÁRIA REGIONAL SÃO: açaí, cupuaçu, pupunha, guaraná e a manga. Há também outras frutas regionais de sabor peculiar tais como bacuri, taperebá, jaca, muruci, sapotilha, entre outras. AÇAÍ: Há muitos séculos atrás, muito antes da chegada dos portugueses ao Brasil, existia na região que hoje é chamada de Pará, uma tribo indígena muito numerosa. Como os alimentos estavam escassos, era difícil conseguir comida para toda a tribo. Então o chefe Itaki tomou uma decisão muito cruel. Resolveu que à partir daquele dia todas as crianças recém-nascidas seriam sacrificadas para evitar o aumento populacional da tribo. Até que um dia uma índia chamada Iaçá, que era a filha de Itaki, deu à luz uma menina que também teve de ser sacrificada. Iaçá ficou desesperada, chorava todas as noites de tristeza e saudades. Ficou vária semana enclausurada em sua oca. Implorou a Tupã que mostrasse ao seu pai outra maneira de ajudar seu povo, sem o sacrifício das crianças. Certa noite de lua cheia, Iaçá ouviu um choro de criança ao longe, muito longe, bem dentro da floresta. Iaçá seguiu o choro e encontrou sua filhinha, ao pé de uma grande palmeira. Lançou-se em direção à filha, abraçando-a Porém misteriosamente sua filha desapareceu em uma nuvem brilhante. Iaçá, inconsolável, chorou ali até morrer. Dias depois seu corpo foi encontrado abraçado ao tronco da palmeira, porém no rosto trazia ainda um sorriso de felicidade e seus olhos estavam em direção ao alto da palmeira, que se encontrava carregada de pequenos frutinhos escuros. Itaki então mandou que apanhassem os frutos, provou e viu que era muito bom. Batizou de acaí, em homenagem a sua filha (Iaçá invertido). Com esses frutos, alimentou seu povo e desde aquele dia nenhuma criança foi sacrificada. INGREDIENTES DA RECEITA DE BOLO DE MACAXEIRA: 1kg de macaxeira  -Imagem relacionada 2 xicaras de leite de gado  - 1 coco ralado  - 4 ovos inteiros  - 2 colheres de manteiga derretida  - 1 xícara de farinha de trigo  - 1 colher de sopa de fermento em pó  - sal a gosto. COMO Resultado de imagem para frutos do paraFAZER: BOLO DE MACAXEIRA: Modo de Preparo: Rale a macaxeira, esprema e reserve. Passe no liquidificador metade do coco com o leite de gado, para tirar o leite de coco. Esprema e reserve. Junte a outra metade do coco ralada, a macaxeira, os ovos, a manteiga, o leite de coco, a farinha de trigo e o fermento. Leve ao forno em forma untada. Ingredientes da Receita de Tacacá: 2 litros de tucupi - 4 dentes de alho - Chicória - Alfavaca - 1 colher de chá de sal - 4 pimentas de cheiro - 2 maços de jambu - 1/2kg de camarão salgado (seco) - 1/2 xícara de goma de mandioca - Pimenta de cheiro. COMO FAZER TACACÁ: Modo de Preparo: Coloque em uma panela o tucupi, tempere com alho, chicória, alfavaca e sal, leve ao fogo e deixe levantar fervura. Baixe o fogo, tampe a panela e deixe cozinhar por 30 minutos. Cozinhe o jambu em água quente, até que os talos ficarem macios, retire, escorra e reserve. Retire a cabeça do camarão e deixe de molho em uma vasilha com água para retirar o sal. Ferva 4 xícaras de água com sal a gosto, dissolva a goma em uma vasilha com água fria, acrescente ao poucos na água fervendo, até ficar um mingau grosso. Sirva em uma cuia nesta sequência: duas colher de sopa de tucupi, uma concha de goma, uma concha de tucupi, algumas folhas de jambu e 5 camarões, sal e pimenta a gosto. Na falta da goma de mandioca pode ser usado o polvilho azedo. Ingredientes da Receita de Creme de CUPUAÇÚ: 2 xícaras de polpa de cupuaçu picado - 1 lata de leite condensado - 1 pacote de biscoito de maizena moídos no liquidificador. COMO FAZER CREME DE CUPUAÇÚ: Modo de Preparo: Coloque todos os ingredientes (menos os biscoitos) no liquidificador processador e bata até obter uma mistura homogênea. Espalhe metade da mistura de cupuaçu no fundo de uma forma de 19 x 30 cm.  Cubra com metade dos biscoitos moídos, por cima. Espalhe a mistura restante e polvilhe com a outra metade dos biscoitos.  Cubra com filme plástico e deixe na geladeira por cerca de 4 horas antes de levar à mesa. INGREDIENTES DA RECEITA DE MANIÇOBA (PARÁ): 3kg de folha de maniva moída (mandioca brava) - 1/2kg de toucinho - 1/2kg de charque(carne seca) - 1/2kg de linguiça portuguesa - 1/2kg de paio - 1/2kg de lombo de porco  de rabo de porco - Alho picado a gosto - pimenta de cheiro a gosto. Como Fazer Maniçoba (Pará): Modo de Preparo: No 1º dia, coloque a folha da maniva moída numa panela grande com bastante água. Deixe ferver durante todo o dia em fogo Resultado de imagem para homofobiaResultado de imagem para cupuaçubrando, sem deixar secar. No dia seguinte, coloque o toucinho e deixe ferver. No 3º dia, escalde todas as carnes e coloque na panela da maniva para ferver. Mexa de vez em quando. No dia seguinte, acrescente o alho e a pimenta, deixe ferver por mais 6 horas, mexendo de vez em quando. Sirva com arroz branco e farinha de mandioca crua. INGREDIENTES DA RECEITA DE PATO NO TUCUPI (PARÁ): 1 pato de 3kg - 2 litros de tucupi  - 3 maços de jambu  - 6 folhinhas de chicória  - 2 folhas de alfavaca  1 colher (sobremesa) de sal  - 3 dentes de alho fatiados. COMO FAZER PATO NO TUCUPI (PARÁ): Modo de Preparo: Em uma panela pequena, com água até um pouco mais da metade, cozinhe o pato junto com um tomate e uma cebola picada, colorau, um dente de alho, algumas folhas de alfavaca e chicória e uma pitada de sal. Cozinhe até que a carne esteja macia. Retire o pato e leve ao forno para assar em fogo alto.  Depois de assado, corte-o ao meio e nas juntas Reserve  Em outra panela ferva o tucupi, as folhinhas de chicória e as de alfavaca, os dentes de alho e o sal. Junte o pato e os maços de jambu. Deixe ferver por mais 10 minutos. Sirva com arroz branco e farinha d'água. COMO FAZER DOCE DE CUPUAÇÚ: Ingredientes da Receita de Doce de Cupuaçu - 5 xícaras de polpa de cupuaçu picada - 5 1/2 xícaras de açúcar Modo de Preparo: Em uma panela, coloque o cupuaçu e o açúcar. Misture bem e leve ao fogo alto. Deixe cozinhar, mexendo sempre, até o doce se desprender do fundo da panela.  Tire do fogo e deixe esfriar. Ingredientes da Receita de Tucupi: 3kg de mandioca brava (maniva) - 4 dentes de alho amassados - 2 maços de chicória - Sal a gosto - Pimenta de cheiro a gosto. Como Fazer Tucupi: Descasque a mandioca, lave e rale no ralador. Leve ao fogo com água, até a mandioca virar uma massa. Esprema esta massa com as mãos para extrair um líquido amarelo, que é o tucupi. Deixe o líquido descansar por 12 horas, que a goma vai se separar do tucupi (líquido). Reserve a goma que dever ser usada na preparação do tacacá. Numa panela grande, ferva o tucupi com o alho, a chicória e o sal por 1 hora e 30 minutos.