logo

Pesquisar

Cultura/Folclore/Arte do Amapá

O Estado do Amapá: absorve um conjunto de tradições, lendas, crenças e costumes típicos de um povo que tem uma cultura rica em folclore, Resultado de imagem para amapa turismoculinária, dança e arte. Na culinária amapaense podemos destacar os requintados pratos como: pato no tucupi, caruru, a caldeirada de tucunaré, farofa de pirarucu, maniçoba, além dos deliciosos doces, bolos, biscoitos, tortas, sorvetes, sucos, e todas as guloseimas produzidas com frutas típicas do Estado. De diversas cores e sabores, as frutas mais utilizadas na culinária são: bacaba, tacacá, cupuaçu, graviola, açaí, taperebá e principalmente a castanha-do-brasil, além de outras iguarias tão saborosas quanto únicas. Já no FOLCLORE DO AMAPÁ, por possuir diversas influências indígenas, africanas e até religiosas, são realizadas durante o ano as manifestações que ajudam a preservar as tradições e culturas do povo: de cada região do Estado. A dança unanime realizada em várias comemorações, sendo na capital ou no interior do Estado, é a Mara baixa. A tradição do Mara baixa é uma das mais vivas e belas manifestações da cultura herdada dos negros africanos. A dança possui uma coreografia que imita os passos dos negros escravos com os pés presos por correntes, cadenciado e marcado por tambores chamados de "caixas". O canto (ou ladrão) lembra o lamento de quem vivia na senzala que cultivavam a esperança de voltar para o continente africano. Dentre as manifestações culturais, há grandes festas conhecidas por todo o Brasil, na qual podemos citar: Boi-Bumbá, Festa do Divino Espírito Santo, Círio de Nazaré e a Festa de São Thiago, onde são notáveis as participações das comunidades nestas festividades folclóricas. No Amapá também encontramos lendas interessantes como a do Manganês, do João de Gatinha, da Pedra do Guindaste, bem como as mais fantasiosas como a lenda do Boto cor de rosa. CALENDARIO DAS FESTAS DO AMAPA: Janeiro: 06 - Festa dos Reis Magos - Igarapé do Lago, Mazagão Velho e São Pedro dos Bois 10 - Festa de São Gonçalo - Mazagão Velho 20 - Festa de São Sebastião - Macacoari, Curiaú e Ilha Redonda 21 - Festa de São Benedito - Curiaú Fevereiro: Data móvel - Carnaval - A maior festa popular brasileira tem seu destaque também no Amapá: apresentação do Rei Momo e da Rainha do Carnaval; desfile das Escolas de Samba e Blocos Carnavalescos no Resultado de imagem para artesanato do amapaSambódromo; Na Segunda-feira Gorda há o tradicional "Futebol à Fantasia", times com fantasias tipicamente carnavalescas defrontam-se na Praça Nossa Senhora da Conceição; Na Terça-feira Gorda, a saída da "Banda", um dos maiores blocos de sujos do Norte; E na Quarta-feira de Cinzas, saem os blocos do formigueiro e do  Caldeirão do Pavão. Março: 19 - Festa de São José de Macapá - Festa em homenagem ao padroeiro da cidade: missas na Igreja de São José e na capela da Fortaleza de São José, novenários e procissões. Data móvel - Marabaixo - sábado de aleluia (início do ciclo) - A festa do Marabaixo é a mais autêntica manifestação folclórica do Amapá e foi trazida por negros e escravos. Praticada principalmente nos bairros do Laguinho e Santa Rita, homenageia a Santíssima Trindade e o Divino Espírito Santo. Há missas e ladainhas e também seu lado profano, através da gengibirra (bebida feita com cachaça e gengibre), da dança e da música, normalmente improvisada, carregada de tristeza ou alegria, mas traduzindo os sentimentos e o dia-a-dia da comunidade. Ao som das caixas rusticamente confeccionadas na madeira cavada, os participantes, negros e mulatos, dançam ao redor dos tocadores, respondendo em coro o ladrão (versos tirados por um cantador), e onde, às vezes, surgem "desafios", com lances engraçados de improvisação. As festividades do Marabaixo se estendem por várias semanas, tendo seu ponto alto na derrubada dos mastros simbólicos (calendário específico). Maio: 25 - Festa do Dívino Espirito Santo - (Município de Amapá) Um mastro é levantado e as pessoas dançam em torno, ao som de caixas e tambores. Durante a festa são servidas certas iguarias típicas como: beijo-de-moça, quindim, rosquinha, beijus, mingau de banana e de farinha de tapioca, etc.