logo

Pesquisar

Meio de Locomoção-alagoas

Visão externa do navio de cruzeiro Costa Mediterranea da Costa CruzeirosEmbarque nos cruzeiros fluviais: Os cruzeiros fluviais proporcionam um clima mais intimista. A paisagem num navio de
Visão externa do navio de cruzeiro Amakatarina da AmaWaterwayscruzeiro fluvial vai se revelando a todo o momento numa navegação tranquila pelos rios. O navio de cruzeiro fluvial vai desbravando locais que provavelmente não teríamos contato devido a dificuldade de acesso. O cruzeiro fluvial nos aproxima da natureza e do modo de viver dos ribeirinhos das vilas e das cidades de pequeno, médio e grande porte. Saiba mais na área: Cruzeiros fluviais. Roteiros de cruzeiros fluviais. • Roteiros do navio Amabella. • Roteiros do navio Amacello. • Roteiros do navio Amacerto. • Roteiros do navio Amadagio. • Roteiros do navio Amadante. • Roteiros do navio Amadolce. • Roteiros do navio Amakatarina. • Roteiros do navio Amalegro. • Roteiros do navio Amalotus. • Roteiros do navio Amalyra. • Roteiros do navio Amaprima. • Roteiros do navio Amaverde. • Roteiros do navio Amavida. • Roteiros do navio Iberostar Grand Amazon. • Roteiros do navio La MargueriteHistória da Aviação Civil Brasileira: A aviação iniciou-se no Brasil com um voo de Edmond Plauchut, a 22 de Outubro de 1911. O aviador, que fora mecânico de Santo Dumont em Paris, decolou da Praça Mauá, voou sobre a Avenida Central e caiu no mar, da altura de 80 metros, ao chegar à Ilha do Governador. Era então bem grande o entusiasmo pela aviação. Na redação do jornal "A Noite", no dia 14 de Outubro, fundava-se o Aeroclube Brasileiro, que em janeiro do ano seguinte teria sua escola de aviação. Aí, como muitos outros, aprendeu a voar o primeiro ás da aviação brasileira, o capitão Ricardo Kirk, que seria também o primeiro brasileiro a morrer em desastre de aviação, em 28 de fevereiro de 1915. História do Avião: Em 17 de Junho de 1922, o português Gago Coutinho e Sacadura Cabral chegaram ao Brasil, concluindo seu voo pioneiro, da Visão externa do navio de cruzeiro La Marguerite da AmaWaterwaysResultado de imagem para rodoviaria em alagoasEuropa para a América do Sul. E em 1927 seria terminado, com êxito, a travessia do Atlântico, pelos aviadores brasileiros, João Ribeiro de Barros e Newton Braga, no avião “Jaú”, hoje recolhido ao Museu Ipiranga. Iniciou-se a aviação comercial brasileira em 1927. A primeira empresa no Brasil a transportar passageiros foi a Condor Syndikat, no hidroavião "Atlântico", ainda com a matrícula alemã D-1012. A 1° de janeiro desse ano, transportou do Rio de Janeiro para Florianópolis o então Ministro da Viação e Obras Públicas, Vitor Konder e outras pessoas. A 22 de fevereiro, iniciava-se a primeira linha regular, a chamada "Linha da Lagoa", entre Porto Alegre, Pelotas e Rio Grande. Em junho de 1927, era fundada a Viação Aérea Rio-Grandense (VARIG), sendo transferido para a nova empresa o avião "Atlântico", que recebeu o prefixo nacional P-BAAA. A 1° de dezembro do mesmo ano, a Condor Syndikat, que acabara de inaugurar sua linha Rio - Porto Alegre, era nacionalizada, com o nome de "Sindicato Condor Limitada", mas tomaria, durante a II Guerra Mundial, o nome de Serviços Aéreos Cruzeiro do Sul (absorvida nos anos 80 pela VARIG). Em novembro de 1927, inaugurando a linha para a América do Sul da nova companhia francesa Aeropostal chegava ao Rio de Janeiro, Jean Mermoz, que se tornaria o mais famoso aviador da época. Em 1929, a Nova Iorque - Rio - Buenos Aires Line (Nyrba) iniciava o serviço aéreo entre essas duas cidades e o Brasil, tendo sido fundada no Brasil a Nyrba do Brasil S.A., com linha semanal entre Belém e Santos, e que se transformaria na Panair do Brasil, extinta em 1965. A fundação do Aerolóide Iguaçu, com linha inicial São Paulo - Curitiba e logo se estendendo a Florianópolis, marcou o ano de 1933. Em novembro de 1933 era fundada por 72 empresários, a Viação Aérea São Paulo - VASP, que iniciaria em 1936 o voo regular entre o Rio e São Paulo, a linha de maior tráfego da aviação brasileira. A extensão do país e a precariedade de outros meios de transporte fizeram com que a aviação comercial tivesse uma expansão excepcional no Brasil. Em 1960, o país tinha a maior rede comercial doResultado de imagem para homofobia mundo em volume de tráfego depois dos Estados Unidos. Na década de 1950, operavam cerca de 16 empresas brasileiras, algumas com apenas dois ou três aviões e fazendo principalmente ligações regionais. Destacava-se na Amazônia, a então SAVA S.A. - Serviços Aéreos do Vale Amazônico, com sede em Belém, fundada pelo Comandante Muniz e que com a ajuda do seu amigo e, futuro Brigadeiro e Ministro da Aeronáutica Eduardo Gomes conseguiu a concessão presidencial para voos regulares de passageiros e cargas. DISTÂNCIA DE ALAGOAS PARA AS PRINCIPAIS CIDADES BRASILEIRAS: Aracaju - 267 - Belém – 2020 - Belo Horizonte – 1812 - Boa Vista – 6276 - Brasília – 1944 - Campo Grande – 3125 - Cuiabá – 3134 - Curitiba - 2799 - Florianópolis – 3168 - Fortaleza – 1036 - Goiânia – 2210 - João Pessoa – 379 - Manaus – 5491 - Natal – 548 - Palmas – 1952 – Porto  Alegre – 3515 - Porto Velho – 4457 - Recife – 257 - Rio de Janeiro – 2083 - Salvador – 632 - São Luís – 1672 - São Paulo – 2453 - Teresina – 1236 - Vitória - 1622