logo

Pesquisar

Goiás

1377286011bandeira-goias

 

GOIÁS

 

HISTÓRIA DO ESTADO DE GOIÁS: Os colonizadores portugueses chegaram pela primeira vez na região hoje conhecida como o Estado de Goiás após quase um século do descobrimento do Brasil. A primeira ocupação teve-se a expedições de aventureiros bandeirantes provenientes de São Paulo, entre as quais se destacou a de Bartolomeu Bueno da Silva, o Anhanguera, que seguia em busca de ouro, tendo encontrado as primeiras jazidas no final do século XVII. Conta à lenda que diante da negativa dos índios de informar-lhe sobre o lugar de onde retiravam as peças de ouro com que se adoravam Bartolomeu Bueno da Silva despejou aguardente num prato e a queimou, dizendo aos indígenas que o mesmo faria com a água de todos os rios e nascentes da região, caso não lhe fossem mostradas as minas. Apavorados, os índios o levaram imediatamente às jazidas, chamando o Anhanguera, que significa feiticeiro no idioma nativo. Com esse nome Bartolomeu Bueno da Silva e seu filho passaram à história. Após esse fato, foram inúmeras as expedições que partiram em direção a Goiás em busca das riquezas do subsolo da região. EM 1726, FOI FUNDADO, PELO PRÓPRIO BARTOLOMEU BUENO, o primeiro vilarejo da região, denominado Arraial da Barra. Desde então, os povoados passaram a se multiplicar e a exploração do ouro atingiu seu auge na segunda metade do século XVIII. A COLONIZAÇÃO DE GOIÁS DEVEU-SE também à migração de pecuaristas que partiram de São Paulo no século XVI, em busca de melhores terras para o gado. Dessa origem ainda hoje deriva a vocação do Estado para a produção pecuária. Em 1744, a região onde hoje se encontra o Estado de Goiás, antes pertencente aoResultado de imagem para historia de goias Estado de São Paulo, foi separada e elevada à categoria de província. A partir de 1860, a lavoura e a pecuária tornaram-se as atividades principais da região, ao mesmo tempo em que a atividade de mineração do ouro entrou em decadência devido ao esgotamento das minas. A navegação a vapor e a abertura de estradas, no final do século XIX, possibilitaram o escoamento dos produtos cultivados no Estado, permitindo o desenvolvimento da região. No século XX, a construção da nova capital, Goiânia, deu grande impulso à economia do Estado, que deu sinais de Resultado de imagem para historia de goiasnovo surto de desenvolvimento com a criação de Brasília, a nova capital do Brasil, em 1960. Em 1988, o norte do Estado foi desmembrado, dando origem ao Estado do Tocantins. Origem do Nome Goiânia O nome do Estado origina-se da denominação da tribo indígena 'guaiás', que por corruptela se tornou Goiás. Vem do termo tupi gwa ya que quer dizer indivíduo igual, gente semelhante, da mesma raça. Até fins do séc. XVI as explorações portuguesas no Brasil limitaram-se praticamente à orla litorânea. A caça ao índio, a busca de riquezas minerais e a catequese são os responsáveis pela penetração do centro-oeste. A duas correntes humanas se deve o desbravamento inicial da região: aos missionários oriundos do norte e aos bandeirantes do sul. Já no séc. XVII, em função da catequese empreendida pelos jesuítas na Amazônia, missionários sob a chefia de frei Cristóvão de Lisboa percorrem a área do Tocantins, onde fundam missão religiosa (1625). Mas as origens históricas de Goiás estão intimamente ligadas à corrida do ouro empreendida pelos bandeirantes paulistas, em razão da qual o território goiano é palmilhado em todos os sentidos ao longo do séc. XVIII. Registro especial merece e expedição do paulista Bartolomeu Bueno da Silva, filho do Anhanguera, João Leite Ortiz e Domingos Peero Ludovico e Mauro Borges e Juscelino separacao_dfRodrigues do Prado, a qual, em troca da isenção de imposto da passagem dos rios da região, por três gerações, e outras vantagens, sai de São Paulo em 1722 para descobrir as ricas lavras de Goiás (1725). Com o objetivo de novas descobertas auríferas, retorna Bueno ao território goiano em 1726 e detém-se na confluência dos rios Vermelho e Bugre, onde é levantado a, primeira povoação goiana, o arraial da Barra. As descobertas auríferas se sucedem, próximas à Barra: Santana, origem de Vila Boa (1727). São João Batista  (Ferreiro). - FOTO COM PEDRO LUDOVICO _ MAURO BORGES - JUCELINONa região dos Pireneus e junto ao rio das Almas afloram as minas de Meia Ponte (1731), atual Pirenópolis. As incursões se aprofundam pelo território e a zona do Tocantins é explorada, vindo à descoberta as mais ricas minas de Goiás: Maranhão (1730), Água Quente (1732), Traíras (1735) e Cachoeira 1736. Anteriormente, Domingos Rodrigues do Prado descobrira minas quase tão ricas quanto às do Tocantins, em Crixás (1734). No final da década de 1730 ainda se descobrem.