logo

Pesquisar

Meio de Locomoção em São Paulo

TREM BALA MOVIDO À ENERGIA ELÉTRICA, ele poderá ter um traçado com 518 quilômetros e fazer a viagem entre Rio de Janeiro e São Paulo em cerca de uma hora e meia. Nome oficial ele até já tem: Trem de Alta Velocidade (TAV), mas falta o governo federal fechar seu projeto definitivo, o que pode ocorrer agora em abril. Depois, ainda é preciso abrir uma licitação para escolher as construtoras que farão a obra e muita paciência para vê-lo finalmente correndo pelos trilhos. Na melhor das hipóteses, uma pequena parte do trajeto entrará em operação apenas em 2014. Com base em alguns detalhes divulgados pelo governo e de projetos já estudados pelo Ministério dos Transportes, dá para ter uma ideia de como o nosso trem-bala poderá ser. A HIDROVIA TIETÊ - PARANÁ é atualmente mais uma opção de lazer e turismo no Estado de São Paulo, oferecendo aproximadamente 2.400 km de estirões de águas navegáveis, que envolvem 85 municípios e vão desde as proximidades da capital paulista até a parte extremo-oeste do Estado. As atividades oferecidas estão baseadas em sua integração com a natureza e aos atrativos históricos demarcados pelos caminhos dos bandeirantes no desbravamento do interior paulista. É neste contexto que o turismo hidroviário se destaca, oferecendo embarcações que levam a conhecer a hidrovia, os parques aquaviários, represas, eclusas, cachoeiras, ilhas fluviais e baías, além das termas e colônias de férias. O rio Tietê foi o primeiro caminho de penetração para o interior de São Paulo, já no primeiro século de Resultado de imagem para são paulocolonização, como acesso ao interior para aventureiros, ambicionando ouro e pedras preciosas e, posteriormente com as monções, apesar das dificuldades de navegação que apresentava, ao longo do seu curso, com corredeiras e quedas que forçavam o seu contorno por meio do desembarque das canoas. Após vários planos de navegação, elaborados nos últimos anos, finalmente, há pouco tempo o rio Tietê passou a ser navegável em toda a sua extensão, graças às eclusas construídas nos locais dos antigos obstáculos. AEROPORTO INTERNACIONAL DE SÃO PAULO/Guarulhos Governador André Franco Montoro/Cumbica. É o aeroporto de maior movimentação da América do Sul e fica a 25 quilômetros do centro de São Paulo. Para chegar ao aeroporto existem duas linhas especiais, a Airport Bus Service, e a Airport Service. End.: Rod. Helio Smidt, s/nº - Guarulhos - São Paulo. Tel.: (11) 2445-2945. AEROPORTO DE SÃO PAULO/CONGONHAS: Fica a apenas 8 quilômetros do centro de São Paulo e é possível chegar até o aeroporto de ônibus e metrô. End.: Av. Washington Luís, s/nº - Vila Congonhas - zona Sul - São Paulo. Tel.: (11) 5090-9000. AEROPORTO INTERNACIONAL DE CAMPINAS/VIRACOPOS: Está a 18 quilômetros do centro de Campinas e a 99 quilômetros de São Paulo. O acesso à Rod. Santos Dumont, onde se localiza o aeroporto, pode ser feito pela Via Anhanguera ou Rodovia dos Bandeirantes. Rod. Santos Dumont, km 66, Campinas. A maioria das companhias aéreas disponibiliza translado até o aeroporto.End.: Rodovia Santos Dumont, km 66 - Campinas - São Paulo.Tel.: (19) 3725-5000. CAMPO DE MARTE: O aeroporto, que fica na zona Norte da cidade, opera exclusivamente com aviação executiva, táxi aéreo, escolas de pilotagem e Serviço Aerotático das Polícias Civil e Militar. End.: Av. Santos Dumont, 1.979 - Santana - zona Norte - São Paulo.Tel.: (11) 2221-2699. PARA INFORMAÇÕES SOBRE RODOVIAS estaduais, contate o Departamento de Estradas de Rodagem DER: (11) 3311-1400 - www.der.sp.gov.br. PRINCIPAIS VIAS DE ACESSO RODOVIÁRIO A SÃO PAULO: Anchieta (SP-150) e Imigrantes (SP-160). O sistema é a ligação entre a região metropolitana de São Paulo com o Porto de Santos, o Pólo Petroquímico de Cubatão, as indústrias e fábricas do ABCD (Santo André, São Bernardo, São Caetano do Sul e Diadema) e as praias da Baixada Santista. Informações sobre pedágios no site www.ecovias.com.br ANHANGÜERA (SP-330): Liga a capital às cidades mineiras de Uberlândia e Uberaba e Distrito Federal. Passa por Jundiaí e pelas proximidades de importantes cidades paulistas como Barretos e Franca. Informações sobre pedágios no site www.autoban.com.br. AYRTON SENNA-CARVALHO PINTO (SP-070): Acesso através do km 22,5 da marginal do Tietê. A Ayrton Senna, antiga Rodovia dos Trabalhadores, liga São Paulo ao Aeroporto Internacional de Guarulhos e às rodovias Presidente Dutra e Carvalho Pinto. Usada para quem se dirige ao Rio de Janeiro e ao litoral norte do Estado de São Paulo. Pela Carvalho Pinto, chega-se a Campos do Jordão e a Taubaté. Informações sobre pedágios no site http://www.ecopistas.com.br/Institucional/Corredor-Ayrton-Senna_Carvalho-Pinto BANDEIRANTES (SP-348): Rodovia que liga a capital paulista a Campinas e ao Aeroporto Internacional de Viracopos. Informações sobre pedágios no site www.autoban.com.br. CASTELLO BRANCO (SP-280): Rodovia que passa por Carapicuíba e cidades do interior do Estado de São Paulo. Informações sobre pedágios no site www.viaoeste.com.br - FERNÃO DIAS (BR-381): A rodovia liga São Paulo ao Sul de Minas e Belo Horizonte. Passa pelas cidades paulistas de Mairiporã e Atibaia. Dá acesso à rodovia Dom Pedro II. Informações no site www.br381.com.br - PRESIDENTE DUTRA (BR-116): Via de acesso para visitantes do Estado e da cidade do Rio de Janeiro. Também liga as cidades paulistas de Guaratinguetá, São José dos Campos e Taubaté à capital. Informações sobre pedágios no site www.novadutra.com.br.